A importância do fortalecimento muscular na corrida

A importância do fortalecimento muscular na corrida

A musculação por muito tempo foi considerada uma atividade que prejudicava o rendimento na corrida, por tornar o praticante mais pesado e consequentemente mais lento. Após pesquisas e melhor compreensão da biomecânica humana, foi concluído que é possível conciliar as duas atividades e ganhar inúmeros benefícios na prática da corrida.

Além de prevenir lesões, o atleta economizará energia ativando as musculaturas no momento certo, melhorando a eficiência do gesto, economizando energia e reduzindo a sobrecarga nas articulações dos membros inferiores.

O trabalho de força para o corredor deverá ser diferenciado, pois o objetivo é ganho de resistência durante as provas e não aumento de massa muscular. O ideal é realizar a atividade com pouca carga e um número maior de repetições, de 2 a 3 vezes por semana, focando nas musculaturas mais solicitadas: glúteos, isquiotibiais, quadríceps, tríceps sural e sóleo. Não podemos esquecer os músculos centrais do corpo (core) que são responsáveis pela sustentação da coluna e melhor controle da postura durante os movimentos. A ativação correta dessa região auxilia também no aumento da capacidade respiratória durante o treinamento.

Existem várias formas de realizar fortalecimento muscular: treinamento funcional, musculação, pilates, dentre outras. Escolha a que mais gosta e se adapte a você, tenha o acompanhamento de um bom profissional e bons treinos.

Andreza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: