Recordes mundiais masculinos [CORRIDA]

Recordes mundiais masculinos [CORRIDA]

São tempos absurdos, para muitos é impossível sequer imaginar, outros simplesmente preferem não entender ou ao menos compreender. Vamos nos ater dos 1500m até os 42k, que é a nossa praia, a “corrida de fundo” que como bem sabemos, o domínio é africano.

O recorde de 1500m perdura desde 1998, quando o marroquino Hicham El Guerrouj fez incríveis 03:26.00, Roma-ITA, e se estendermos um pouco mais sobre esse mito, de 1996 à 2002, venceu 73 das 76 competições que participou. Nas olimpíadas de ATENAS 2004, venceu nos 5000m nada mais, nada menos que Kenenisa Bekele. Além de vencer nos 1500m outro fera, o queniano Bernard Lagat, possui ainda mais 2 recordes em distâncias não olímpicas, na milha 3:43.13 e nos 2000 metros 4:44.79.

Já os 3000m rasos, prova não olímpica, Daniel Komen, do Quênia correu a distância pra 7:20.67 em 1996, Rieti-ITA. Em 1º de setembro que se passou, este recorde completou 17 anos. Talvez a explicação para esse recorde e o dos 1500m permanecer por tanto tempo, seja a questão financeira, pois atualmente a “grana” está nas maratonas.

Agora falando de 5000m, é impossível não atrelá-lo aos 10000m, pois ambos os recordes pertencem ao etíope Kenenisa Bekele. Em 2004, Hengelo/Holanda bateu o recorde mundial nos 5k com 12:37.35, ascendendo como estrela em seu país e sucessor de Haile Gebrselassie. No ano seguinte em Bruxelas-BEL, estabeleceu novo e atual recorde mundial nos 10 000m com 26:17.53, quebrando seu próprio recorde. Na minha opinião, TOP5 entre os melhores corredores de fundo de todos os tempos.

O recorde da meia-maratona, pertence ao eritreu Zersenay Tadese, que em Lisboa-POR 2010 marcou 58:23. E a segunda melhor marca na distância também é dele, 58:30 na mesma Lisboa. Acho que vou correr lá…

Chegamos enfim na maratona, esses 42k se encontra em constante mudança no que se diz respeito a recordes. Como disse anteriormente, é lá onde está o dinheiro hoje em dia.

Sem mais delongas, vamos ao recorde que está quentinho, quentinho.

O nome da fera? Dennis Kimetto do Quênia, que em 28 de setembro recente, chegou aos 02:02:57 – Berlim-ALE, deixando pra trás o compatriota Emmanuel Mutai que atingiu a segunda melhor marca da história com 02:03:13, segundo os critérios da IAAF, maior organização mundial de atletismo.

Lembrando que todas as marcas citadas são outdoors (ambiente aberto).

Tempos estonteantes não?

Nos veremos semana que vem com os recordes femininos.
kenenisa_bekele_zurich_08

Ruivo

Anúncios

6 Comentários

  1. Ruivão, qndo puder, se for interessante coloque os recordes de ultramaratona também, e creio que não terá muito terá muito trabalho, pois quase todos os recordes de todas as distancias acima de 100km são do mesmo cara, ahaha…

    Curtir

    1. Ebér deixa com noix… Tá anotado.
      Abraço brother!

      Curtir

  2. Sidnei Falaschi · · Responder

    Muito interessante!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Marcia Polly Polly · · Responder

    Interessante mesmo ,pois não tinha conhecimentos que esses recordistas não são homens comum ,são DEUS de asas,,Valeu RUIVO

    Curtido por 1 pessoa

  4. Carlos Onildo · · Responder

    CARAMBA VOCÊ TÁ ESTUDANDO MESMO SOBRE CORRIDAS MEUS PARABÉNS . PRA VOCÊS QUE CORREM EM BUSCA DE QUEBRA DE TEMPOS É MUITO BOM SABER O QUE OCORRE NO MUNDO SOBRE CORRIDAS VOCÊ TA DE PARABÉNS COMPANHEIRO

    Curtido por 1 pessoa

  5. Show, Ruivo! Conhecimento nunca é demais, né?! Parabéns pelo empenho e seriedade com que leva a corrida em sua vida.. Isso nos inspira! 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: