Essa droga dá barato!

23.03.2015

Nesse final de semana, vivi uma coisa que não vivia há alguns dias: o verdadeiro barato da corrida.

Como tenho na vida (e na corrida, por consequência), essa mania de me cobrar demais por tudo, as vezes acabo perdendo meu tempo controlando a ansiedade, controlando o pace, controlando, controlando, controlando….puf! Acabou o treino e o real objetivo dele, que é curtir a sensação (pelo menos pra mim) nem sempre é alcançado.

Pois bem, depois de uma semana com uma dieta decente, planos bem traçados e uma calma que não me é muito característica, kkkk, fui fazer o meu querido “longuinho” no sábado de manhã.

A meta eram 15k e eu prometi pra mim que finalizaria de boa, sem mimimi. Fui na USP, e fui pelo corredor novo que eles organizaram por lá, num ritmo confortável, seguro, sem grandes intenções. Alguns atletas iam passando por mim, eu ia dando de cara com alguns conhecidos, o tempo estava ameno, e aos poucos, o treino deixava de ser um treino, para se tornar um passeio.

Simplesmente me esqueci do relógio, deixei apenas na tela das horas e decidi que só olharia depois de duas voltas, o que daria mais ou menos os 15k esperados. E foi aí que a coisa começou a ficar linda. Esqueci do resto, esqueci dos problemas, esqueci até do treino e simplesmente FUI. Um passo atrás do outro, o som do tênis encostando no chão e uma sensação de plenitude e gratidão que só um momento consigo mesmo pode te proporcionar.

Foi nessa hora que uma garoinha fina começou cair, e eu só podia sentir que o céu estava me abençoando. Naquela hora, era exatamente aquilo que eu queria estar fazendo, era naquele lugar que eu queria estar. Que privilégio!

Encontre dentro de você o lugar onde você gostaria de estar. Seja correndo, dançando, meditando…. encontre seu lugar dentro de você e qualquer outro em que você esteja, será o mais confortável do mundo.

Te vejo semana que vem!

Curta minha página, Competindo com você: http://goo.gl/N7dp0n

Raiana 2015

Anúncios

2 Comentários

  1. Olha eu passei por algo semelhante. Diferente de você a nutrição não foi das melhores os treinos acumulados da semana me castigaram e já fazia tempo que não fazia um treino longo sozinho.
    mas desde o primeiro quilômetro percebi que seria difícil mas que precisava passar por isto, e que aquele momento era o que prexisava.
    A garoa foi como que uma água gelada no deserto e por fim de km em km conclui também meu longo. Não com o tempo que deveria, mas com a sensação maravilhosa de dever cumprido.

    Depois de quebra sai na matéria do sptv falando sobre a “run base” da Adidas. Kkkkkk

    Curtido por 1 pessoa

  2. Fernanda Ridrigues · · Responder

    texto lindo adoreiiii!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: