5+5=14? Desde quando?! A importância dos longões.

24.03.2015-01

Desde que comecei a correr com maior frequência, já aderi de cara aos treinos mais longos aos finais de semana, sempre que dava ia esticando um pouquinho a quilometragem, mas o esperado mesmo são os longões promovidos pelo CorraKoRuivo. Uma vez ao mês reunimos uma galera e fazemos percursos de 10, 14 e 18 km, tem pra todo fôlego, e após esse longão alongamos e confraternizamos sempre com um farto e delicioso café da manhã.

No último dia 15 fizemos diferente, percurso diferente, local de partida e chegada diferente dos habituais e até ousamos , teve inscrição e número de peito, um mimo do nosso amigo querido Cristiano Lima, o qual tem todo nosso carinho e respeito, o cara inventa e nós abraçamos a ideia. Nossos longões sempre teve um número legal de amigos, mas confesso que pela data que escolhemos tinha muitos eventos e não contava com a quantidade de pessoas que costumavam ir, mas para minha surpresa, na medida em que foi dando o horário ia chegando mais pessoas, tinha até os nossos queridos PIPOCAS, aqueles que não se inscreveram mas estavam lá pra correr conosco e adquiriram seu número de peito, pipoca aqui tem valor!

Como o percurso era diferente dei uma tremida, só havia feito o percurso de carro e me assustava com a quantidade e o tamanho das subidas que teria que enfrentar. Sei a importância desses longos tanto para resistência e carga e foi por isso que as encarei. Saí de lá falando que faria os 3k de subida, que não aguentaria mais que isso, mas fui e como já havia passado um pouco dos 3k, passei pelo meu treinador e ao perguntar se estava bem, me pediu para que fizesse 5k, estava bem e não estava sozinha, então achei uma judiação não continuar, estava sem dores , não estava cansada e estava feliz, passei por ele novamente e me autorizou mais 5, mas lógico com um grito “ Depois não quero ninguém chorando dizendo que está com dores”. Acredito que na matemática do meu corpo aquele dia foi 5+5=14, pois foram 14 km percorridos com subidas monstras. E foi esse o resultado que passei ao meu treinador quando cheguei. Um orgulho (rsrsrr). Creio que esta louca matemática não aplicou-se somente a mim, muitos outros guerreiros percorreram igual ou mais, superando seus limites, aumentando sua carga e voltando pra casa com a certeza de que saíram melhores do que quando lá chegaram.

24.03.2015-02

24.03.2015-03

Ana 2015

Anúncios

um comentário

  1. Uhuuuuu, #popcornrunbr número de peito para seu treino especial, by Cristiano
    Ótimo post Aninha, vlw

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: