“Os grandes também quebram”

Todos nós esperávamos que a Scotiabank Toronto Waterfront Marathon fosse uma prova para Jake Robertson fechar o ano com chave de ouro, mas quis o destino que o desfecho final fosse outro.

É quase que unanimidade entre críticos e analistas que Jake é um dos melhores atletas não africano da atualidade. A sua dedicação, esforço, garra e vontade de vencer nos faz admirá-lo mais e mais. E ontem lá estava ele na linha de partida para os 42k em Toronto. A busca do neozelandês era melhorar as 02:08:26 de sua estreia e consequentemente buscar o CR da prova (02:06:52).

Jake era tido por muitos como a terceira força da prova. Mais cotados que ele para vencer, era o bicampeão da prova Philemon Rono (KEN) e o campeão Olímpico e Mundial Stephen Kiprotich (UGA). Na passagem dos 10k os dois principias favoritos já não faziam mais parte do grupo de líderes e os fãs de Jake já começavam a contar kms e cogitar a vitória depois da passagem de Meia para 01:03:18 (3’00”). Eu mesmo cogitava uma disputa, JAKE × KANDIE que aparentavam estar muito bem, com KIPRUTO correndo por fora.

Nessa marca o relógio marcava 01:45:08, e o pelotão era composto por Kandie, Robertson, Kipruto e Sulle e a previsão de término era pra 02:06:45, o que seria CR.
Porém dos 35k em diante veio a queda de ritmo. O pace dos 4 atletas começaram a cair e Jake e Felix que lideravam e aparentavam estar melhores foram os primeiros a ficarem. E dentre os quatros, Jake Robertson foi o que mais sofreu e teve que brigar com cada metro para chegar ao fim da prova.

O SPLIT do 35k – 40k marcou 16’32”, pace médio de 3’18” para quem até os 35k corria a 3′, foi uma bela queda.  Dos 40k a linha de chegada ele sofreu como nunca, foram 8’08”, ou seja, ritmo de 3’42” por km, quase não dá pra acreditar, entretanto acredite, pois Maratona tem disso. Era possível ver o sofrimento no rosto dele na chegada, mal conseguia ficar de pé e precisou ser socorrido pelos médicos e o crono marcou 02:09:52.

Eu não tenho dúvidas do quanto ele deve ter ficado chateado com o tempo, mas tenho a certeza de que ele fez o melhor que podia nos kms finais. Ao meu ver ele saí ainda mais forte dessa prova e se ele ler o post deixo uma mensagem:
Jake, the 02h05 will come, it’s a matter of time and thanks for inspiring us

JAKE ROBERTSON (NZL)
Posição: 5° Colocado
Tempo: 02:09:52
Ritmo: 3’05”

RESULTADOS
Masculino
1Benson Kipruto (KEN) 02:07:24
2Augustino Sulle (TZA) 02:07:46
3Felix Kandie (KEN) 02:08:30
4Cameron Levins (CAN) 02:09:25
5Jake Robertson (NZL) 02:09:52

Feminino
1Mimi Belete (BRN) 02:22:29
2Marta Megra (ETH) 02:22:35
3Ruth Chebitok (KEN) 02:23:29
4Jessica Trengove (AUS) 02:25:59
5Celestine Chepchirchir (KEN) 02:26:58

Não se esquece de dar uma moral pra gente. Como?

Assine o site – www.corrakoruivo.com
Se inscreva no canal – youtube.com/corrakoruivo
Segue noix no instagram – @corrakoruivo & @baavalini / @roger_ruivo
E curti a page no face – facebook.com/corrakoruivo

Até a próxima time!!!

ROGER RUIVO. Atleta de Fundo, Criador de Conteúdo Running e Fundador do Corra K.O. Ruivo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: